Toda a gente pensa, mas nem sempre diz aquilo que pensa. Aqui, pode fazê-lo, sem censuras, etiquetas, ou qualquer outra iníbição.
.Pensamentos do dia

. Eu já tinha avisado....

.Pensamentos anteriores

. Maio 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Visitar um blog e sair sem comentar, é como visitar uma pessoa e ir embora sem se despedir
Quarta-feira, 16 de Maio de 2007
Eu já tinha avisado....

Jornal Record de ontem, 15/05, na rúbrica Cartas ao Director, em resposta ao Passe Longo de Alexandre Pais, director do Record:

 

" Sou leitor do Record desde o seu nº 1, e comprador desde que tenho dinheiro. Estou prestes a fazer 74 anos e gostaria que V. me esclarecesse o seguinte:

1) Quantos euros (ou contos) ofereceu o Record a quem desse à polícia pistas que levassem ao regresso de algum menino ou menina portuguesa qye tivesse desaparecido?

2) Quantas libras acha que o Sun ofereceria para fim identico se o desaparecido fosse português? Desculpe-me, mas o Passe Longo de Sábado é de muito mau gosto. Os meus cumprimentos."

 

José Leonardo Queiroz da Fonseca.

 

 

Coluna de Manuel António Pina, no JN de ontem, 15/05, de nome "Por outras Palavras"

 

Uma das leis do jornalismo é a da perspectiva. O que está próximo (o primeiro plano) é, na imagem da vida e do mundo construida pelos media, "maior" do que o distante. Acontece o mesmo no nosso dia-a-dia, um pequeno seixo próximo dos nossos olhos (e dos nossos valores) ocupa maior campo de visão que uma montanha longínqua. Daí que não surpreenda o "tamanho" emocional que tem tido entre nós o desaparecimento da infeliz Maddie. Trata-se, no caso, de proximidade não só geografica, mas "cultural". Uma criança estrangeira, filha de pais da classe alta, desaparecida num "resort" cosmopolita, teria todos os ingredientas culturais para, à luz dos valores hoje dominantes, ser manchete de jornais e TV. E para mobilizar recursos inimagináveis noutras circunstâncias. Só no ano passado desapareceram em Portugal, cinco meninas e um menino portugueses da mesma idade da Maddie. Todos continuam desaparecidos. No entanto, as suas fotos não vêm nos jornais, ninguém oferece milhões por notícias deles, nenhum futebolista ou figura pública se interessou pelo seu paradeiro. Nem, que se saiba, alguém rezou em Fátima por eles. Mesmo na infelicidade, como na fábula de Orwell, uns são( aparentemente para a polícia) mais iguais que outros.

tags: ,
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.links
.pesquisar
 
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds